A Estratégia Obama na versão “Tupiniquim”

on

Tive a oportunidade de acompanhar em detalhes o trabalho de desenvolvimento da Marca Obama, construída em pouco mais de um ano, e vou fazer um breve comparativo ao que estamos vendo no Brasil nestas eleições.

Obama foi uma Marca construída com um objetivo claro: a “socialização” de um presidente de uma nação. A web, uma das ferramentas utilizadas para isto, foi um canal fantástico para encontrar e conectar pessoas com um objetivo em comum: Mudar a história, fazer algo diferente do que vinha sendo feito até aquele momento naquele país. Isto não aconteceu por acaso, uma grande (e poderosa) equipe trabalhou por trás deste contexto com um único objetivo: Branding. Sim, isto mesmo. Para melhor visualização e contextualização, no Marketing, seria algo assim:

Barack Obama:

Agora, vamos para oque está acontecendo no Brasil, analisando na mesma visão “marqueteira” e apenas com os três primeiros nas pesquisas, para simplificar:

Dilma Rousseff:

José Serra:

  • Estratégia: Buscar atenção dos insatisfeitos com Lula
  • Mensagem repassada: “Quero + pro Brasil”
  • Equipe trabalhando em: Investigação de falhas do governo anterior
  • http://joseserra.psdb.org.br/home

Marina Silva:

  • Estratégia: Causa (aliança por um Brasil justo e sustentável)
  • Mensagem repassada: “Seja + 1: Pelo Brasil que queremos”
  • Equipe trabalhando em: Simplificar mensagem da Marca Marina
  • Site: http://www.minhamarina.org.br/home/home.php

Numa comparação direta, pensando em socialização e/ou participação dos eleitores, o trabalho da equipe da Marina é que está mais próxima da ideia inicial dos políticos brasileiros (replicação do modelo Obama para a política brasileira). Está fazendo o eleitor efetivamente participar, seja de forma on ou off, fazer parte da eleição.

Obviamente que isto não é nenhuma novidade, o Lula levou algumas eleições criando a sua Marca, e fazendo um efetivo “gestão de sua marca” (branding), até consolidar-se como imagem de um líder socialmente ideal para o povo brasileiro, e então ser eleito. Não compara-se ao trabalho feito pela equipe Obama (aproximadamente feita em 1 ano e meio), mas de uma forma “tupiniquim” o nosso atual presidente do Brasil construiu sua marca de forma sólida, e que assim foi reconhecida por todo o mundo. O presidente Social!

Os resultados veremos daqui a poucos meses, mas oque percebe-se de forma clara é que a única que está fazendo um trabalho de “branding” é a Marina, a única marca que está ganhando notoriedade, diferenciando-se e crescendo é a dela. Isto não significa quem vai ganhar a eleição, assim como nas eleições americanas não foi este o fator que efetivamente elegeu Obama, mas certamente se acompanhado de perto, é uma verdadeira lição de construção (ou destruição) de Marcas.

Até+
Cappra

Colabore! Deixe seu comentário aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s