O poder da comunicação escrita

Quando todos afirmam que a comunicação digital será, em muito pouco tempo, o principal meio de comunicação do mundo, isto automaticamente nos remete a uma certeza:

A escrita voltará a ser o principal meio de transmissão de informação.

É possível afirmar isto já que a televisão e rádio, que por muitos anos foram os meios de transmissão mais utilizados, e que consequentemente tornavam a necessidade da leitura/interpretação da escrita desnecessária, começam a perder sua audiência para a internet. Muitos podem argumentar que grande parte da audiência na internet ocorre através de vídeos e músicas, mas mesmo para encontrar estes meios é necessário que você  “busque” o que procura através da utilização obrigatória da linguagem escrita.

Certamente você que está lendo este post agora está pensando em quantas vezes foi procurar algo no Google e que não sabia como digitar, seja por causa de uma palavra estrangeira desconhecida ou até por uma gíria desconhecida. Todos dias isto acontece, e cada vez em maior proporção, já que pessoas/marcas começam a explorar palavras desconhecidas no intuito de diferenciar-se para que seus consumidores localizem mais facilmente nas “buscas”.

Se isto ocorre com palavras, naturalmente ocorre com frases também, que muitas vezes podem ter interpretações totalmente diferentes dependendo exclusivamente da forma que forem escritas.

Na língua portuguesa brasileira em especial o desafio é maior ainda, a nossa alta complexidade do uso de vírgulas e pontos pode transformar totalmente um o conceito de uma mensagem que está sendo transferida, o que pode gerar todo tipo de confusão. Há 3 anos atrás, a agência África produziu uma campanha para a ABI (Associação Brasileira de Imprensa) em homenagem aos 100 anos, que destacava a importância de uma comunicação escrita bem feita, isto referindo-se a apenas um dos elementos da comunicação escrita: a Vírgula.

Vale a pena conferir a peça abaixo produzida para veiculação na mídia impressa e o vídeo da campanha:

O poder da vírgula

Atualização (17/04 às 14:00): Após a publicação deste texto recebi um retorno muito legal do amigo Daniel Mello, especialista em comunicação escrita, que achei importante vincular a este post, confiram o texto dele aqui.

1 comentário Adicione o seu

  1. Daniel Mello disse:

    Ótimo texto! Uma bela análise sobre esta “nova” realidade que se apresenta p/ a linguagem escrita. Tanto que me motivou a escrever um texto de continuidade sobre este assunto. Está lá no blog – http://danielsmello.wordpress.com/.

    Abraço!

Colabore! Deixe seu comentário aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s