Estratégia de Influência

O texto anterior sobre influência nas redes sociais faz parte de um estudo maior sobre o funcionamento do “processo de influência” em meios sociais, que obviamente precisa ganhar forma e método para poder ser estudado e aprimorado. Esse artigo tem como principal objetivo apresentar de forma simplificada uma parte dessa metodologia, e qual o papel estratégico dessa influência para as marcas que buscam construir relacionamentos com seus públicos no mundo digital, apesar de o método também se aplicar no mesmo formato ao ambiente off-line.

O método é composto por duas grandes áreas, e com práticas que se conectam para construção do processo de influência, que são elas:

Personalidade

Para uma pessoa ou marca ser influente, precisa ser atraente e passar credibilidade. Quando falamos em atraente, são aspectos que cativam quem recebe a mensagem a ponto de ajudar da compreensão do contexto.

Relevância

É fundamental na geração da influência a relevância do assunto ao recepctor da mensagem, obviamente que a relevância tem variação para cada indivíduo, mas sem esse item nenhuma estratégia terá êxito.

Estratégia

A Estratégia é o aspecto que dá a sustentação a qualquer “processo de influência”, e quanto mais desenvolvida e praticada através de ações, melhores serão os níveis de geração de influência por parte do emissor. Logo, a estratégia deve ser tratado como o aspecto base para o funcionamento do processo, sendo que quanto melhor estruturada, maior será o impacto na influência.

 

Três são as práticas que podem ser aprimoradas na área de Relevância e que devem fazer parte da estratégia de influência social, são elas:

  • Pontos de contato: O ponto de contato do conteúdo do emissor é fundamental para gerar relevância. Quanto mais propício for o momento, maior será o interesse do receptor da mensagem, e consequentemente a aceitação da mesma. Então, utilize-se de diferente táticas de conteúdo para diferentes canais, pois isso personaliza o conteúdo para um determinado público, e naturalmente poderá ter maior impacto.
  • Frequência: Assim como o ponto de contato, a frequência é item de grande valor, comumente esquecido na linha de estratégia, e analisado só na execução, a frequência certa, para o público certo, costuma aumentar a relevância, e consequentemente influenciar. Importante: Isso não significa maior frequência, e sim a frequência adequada para cada público.
  • Conteúdo: Obviamente que o Conteúdo costuma ser o carro-chefe dessa área, que quando associado a Frequência adequada e ao Ponto de Contato certo, se tornam relevante suficiente para influenciar. Conteúdo bom para influenciar é aquele que é compreendido pelo seu público a ponto de fazê-lo registrar aquela informação para posteriormente utilizar, quanto mais vínculo esse conteúdo tiver com a marca/pessoa emissora da mensagem, melhor será o processo de influência.

 

Mas de nada adianta relevância e bom conteúdo seu uma boa sustentação de Personalidade. Quando me refiro a personalidade é o personagem que está emitindo a mensagem, seja ele uma marca ou pessoa, aquele que gera a influência. Para uma personalidade consistente, a ponto de influenciar em âmbito social, três são as principais características necessárias:

  • Transparência: Em nosso ambiente social, expandido pelo digital pelas redes sociais, cada vez é mais complicado esconder coisas. E para ser influente é fundamental ser transparente com relação a interesses e atuação. É muito fácil descobrir a verdade, então,  para ser um emissor influente, construir uma estratégia baseado em fatos ou informações que não sejam verdadeiras é um castelo de areia.
  • Identidade: Mas mesmo sendo transparente, é preciso que o público identifique quem é o emissor, seu posicionamento, características, objetivos, interesses. Quanto mais claro for a identidade, mas pessoas sentiram-se a vontade para se aproximar, e assim aumentará a chance de influência. Influenciar gera engajamento, desde que com alguém/algo que tenha uma identidade adequada para o assunto.
  • Causa: Sem uma causa clara, a identidade e transparência ficam “mornas”. A causa é o que comove, que conecta a identidade e gera impacto com um determinado conteúdo, assim tornando-se relevante e consequentemente influente. Uma causa, seja ela boa ou má, atraí o público que acredita naquilo, e faz com que eleve-se o nível de influência sobre ele. Dentro do desenvolvimento da estratégia, esse costuma ser um dos itens mais importante na construção do “processo de influência”.

 

O processo de Influência

Com uma estratégia que considere um Personalidade consistente e a Relevância para os públicos, o processo de influência se torna expontâneo e natural. Quanto melhor for o desenvolvimento dessas práticas e áreas, mais o receptor estará aberto a ser influenciado. As marcas que melhor compreenderem esse processo, mais próximas estarão de engajar seu público, a influência é o fator de ativação do engajamento, através dela é possível diferenciar-se em um setor, mercado e canal.

Espero que esse método colabore, seja com as pessoas ou marcas que o adotarem, ele é baseado em estudos e práticas, sendo aplicada em consultorias de fluxo de conversão entre marcas e pessoas.

** O Framework da metodologia para Estratégia de Influência continua no post Influenciando Amigos, Fãs e Seguidores , através da segmentação de públicos.

1 comentário Adicione o seu

Colabore! Deixe seu comentário aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s