A Era do Poder Compartilhado

A rápida evolução do meio digital trouxe junto com ela a democratização da informação, e isso está gerando um movimento de transferência do poder que antes era centralizado – ou agrupado –  para qualquer pessoa que queira assumir esse papel. 

 Quem tem o poder normalmente são aquelas pessoas que de alguma forma tem algum tipo de informação que outros não tem – seja por mérito ou privilégio, que permite ter mais conhecimento sobre um determinado assunto, ou ainda ser o tomador de decisão já que somente ele possui todo o contexto. Isso sempre foi assim, impérios foram herdados, destruídos, construídos todos em razão de informações que apenas eles possuem, ou que de alguma forma foram privilegiados em recebê-las antes das outras pessoas, o que permite que centralizem uma tomada decisão mantendo o poder sobre a situação (apenas para exemplificar, assim funciona nossa política no Brasil).

A internet está desmontando esse modelo, hoje qualquer pessoa pode ter acesso a qualquer coisa que está acontecendo em qualquer parte do mundo. O fato desse acesso livre a informação também gerou a descentralização da disseminação, que permite que um indivíduo pode publique uma informação que pode derrubar todo um sistema, ou ainda pode reunir uma série de pessoas em torno de uma causa que acreditem (foi oque ocorreu no caso do movimento que derrubou o governo do Egito).

O processo de construção de Poder.

Cada vez que entramos na internet temos acesso há montanhas de dados, sejam eles organizados ou não. Os dados não organizados permitem uma interpretação livre, fazendo com que tenham algum sentido, ou que criemos um sentido para eles no momento que o recebemos. Um dado solto pode fazer muito sentido para alguém que esteja relacionado ao contexto, ou ainda que crie um novo contexto para esse dado.

img-poder1Quando conectamos esses dados dando contexto para eles, isso vira uma Informação. A informação pode fazer sentido para um grupo, ou para todos, tudo depende do contexto que ela está inserida. A informação gerada por formadores de opinião influenciam grandes grupos de pessoas, mesmo que essa informação não esteja baseado em dados tão precisos, ou seja, algum tipo de dado que não tenha sido analisado da forma mais correta possível. Por exemplo, Al Gore ficou famoso por juntar um monte de dados sobre clima e associá-los com destruição do planeta, gerando assim o documentário Uma Verdade Inconveniente, que pode ser uma verdade ou apenas uma análise distorcida dos dados, vamos levar alguns anos para saber a verdade😉

img-poder2Quando alguém transforma um dado em informação, ele além de ter a informação, ainda adiciona essa informação a sua base de conhecimento, ampliando assim o contexto. Nossos cérebros funcionam assim, conforme vamos buscando dados e informações sobre um determinado assunto, vamos ampliando nosso conhecimento e capacidade analítica sobre o tema, e esse contexto que criamos nos diferenciam de outras pessoas, fazendo com que tenhamos mais profundidade ou superficialidade de acordo com o assunto em questão. Por isso é tão difícil vencer uma partida de vídeo game de alguém que além de jogar, ainda busca formas de vencer fases e artimanhas para vencer os adversários, ou por exemplo, discutir futebol com alguém viciado no esporte que entende tudo sobre os aspectos técnicos e táticos do esporte.

img-poder3Quando conectamos os dados em um contexto, transformando em informação, incrementamos isso em nossa base de conhecimento, passamos a ter um diferencial, um tipo de informação privilegiada que de acordo com o tratamento que damos para isso pode significar Poder. Empreendedores enxergam um contexto, conectam dados, buscam mais informações sobre o negócio, e depois lançam produtos e soluções para resolver um problema que ainda não havia sido percebido por outras pessoas, o que os coloca em uma situação de Poder. Assim for Bill Gates e sua Microsoft, Steve Jobs e sua Apple e tantos outros, seja qual for o segmento ou o tempo em que fez isso.

 img-poder4

O poder deixou de ser um privilégio de poucos, ele está distribuído.

O Poder não é mais um privilégio, podemos ter acesso a qualquer Dado, acessar e transformar em Informação, disseminar e assumir através de uma base maior de Conhecimento o Poder sobre qualquer coisa.

O conceito da construção de poder não tem nada de novo, sempre foi assim, o que mudou é que agora isso está distribuído. Existem muitos movimentos nesse sentido, o crowdsourcing é um exemplo, existem até moedas sendo criadas e gerando uma economia paralela (estude Bitcoin).

Nossos filhos terão ainda mais informação, o poder estará nas mãos daqueles que tiverem maior capacidade de análise, síntese e ação. Estamos na era do poder compartilhado, quem tem Poder não é quem tem informação, e sim quem sabe o que fazer com ela.

Colabore! Deixe seu comentário aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s