DataWall Campus Party

A Campus Party possui a maior comunidade de nerds/geeks do Brasil. No aniversário de 10 anos da Campus Party Brasil, que aconteceu em São Paulo na semana passada, criamos uma análise comportamental em tempo real coletando dados do público no evento através de uma intervenção analítica nada convencional 🙂

img_1338

Instalamos uma parede para analisar dados, onde qualquer visitante do evento – os chamados campuseiros ❤ – expressavam sua opinião puxando um fio de linha diretamente em um gráfico de linhas, respondendo questões pré-definidas junto com o time de estratégia do evento.

Aqui você pode ver algumas fotos da intervenção e do nosso time envolvido 🙂

Este slideshow necessita de JavaScript.

Algumas descobertas e fatos curiosos foram observados através dessa análise:

  •  ~900 pessoas participaram
  •  9km de linha utilizados
  • Mulheres e homens de 18 a 36 anos. Mais de 50% das pessoas até 26 anos;
  • Principais visitantes sudeste e sul (mais meninas do Norte e mais meninos do Nordeste);
  • 50% estava visitando pela primeira vez. 25% estava retornando pela segunda vez à campus e 15% estavam na sua terceira ou quarta edição.
  • Inovação e Ciência são os temas que mais fazem o coração dos campuseiros bater.
  • Os favoritos deles foram as Palestras, Workshops e Hackathons.
  • Campuseiro acampa, mas também faz de tudos na campus. Fechar negócios e Conseguir Emprego são os itens menos marcados pelo compuseiros.
  • As palestras do campuseiro curador foi unânime entre meninos e meninas: foi a novidade predileta de mais de 40% deles. O campeonato de drones também foi bastante curtido.
  • As redes sociais e o App são os locais de informação para participar da CPB10.
  • A credencial é o souvenier guardado. Se eles podem, eles guardam tudo. Um percentual muito pequeno de meninos não gosta de guardar nada.
  • As meninas são as que mais dormem. Os meninos são os que ficam mais tempo acordado.
  • O grito de guerra pegou: foi o favorito! O vídeo do Gandalf não ficou atrás!

 

Usamos uma forma não tradicional para coletar dados, mas que permitiu uma análise comportamental em tempo real de um dos maiores eventos de tecnologia da América Latina. Isso também é ciência de dados, a simplificação no método agilizou um processo de análise e gerou maior engajamento dos participantes!

Nesse vídeo você confere uma análise mais completa do perfil dos campuseiros:

Gostaríamos de agradecer todo o time da Cappra Data Science (especialmente Letícia Pozza, José Borbolla, André Hanauer, Francisco Estivallet), também o amigo Rodrigo Terra que ajudou nas fotos e vídeos, e obviamente o time da Campus que ajudou a viabilizar tudo isso!!!

Colabore! Deixe seu comentário aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s